sexta-feira, 29 de abril de 2011

TEU RISO


A minha luta é dura e regresso
com os olhos cansados
às vezes por ver
que a terra não muda, 

mas ao entrar, teu riso
sobe ao céu a procurar-me
e abre-me todas as portas da vida


Pablo Neruda 

*Foto de Neruda, do Google.

16 comentários:

Marly Bastos in "palavreados ao vento" disse...

Alguém faz valer à pena todos dissabores da vida.
Alguém é capaz, de animar, de reviver o espírito, daquele cansado da jornada, com o riso, com o alma cheia de amor.
Beijos e bom fim de samana. Obrigada pela visita.

Mike disse...

Oi Fê qd repetir de novo a receita de tomate recheado fotografo passo a passo e te mando ai n tem como vc errar :)... besitos

Machado de Carlos disse...

Obrigado pela tua companhia em meu recanto! Realmente somos atores de uma vida; muita vez, nascemos e morremos em uma mesma existência material.
Como as vidas, efêmeras; - teremos que aproveitar os melhores momentos que ela nos proporciona, pois o relógio segue o seu curso normal e sem retorno. Inclusive devemos contemplar uma borboleta no espaço sideral.

Roberta disse...

Belo poema. Neruda é inigualável!

João Ludugero disse...

Querida AMIGA FERNANDA,
Que maravilha que é NERUDA!
Com simples e poucas palavras ele diz tudo.
Que maravilha, que encanto!
Solenemente uma poema sem tamanho, imenso,
da maior potência. É isso.
Obrigado, Amiga, por está sempre por perto.
Sabia que te ADORO em letras garrafais? Pois é.
Tenha uma semana iluminada, com seus POTE pra lá de cheio de pérolas em poesia. Mega abraço,
João Ludugero.

The Well disse...

'Puedo escribir los versos más tristes esta noche.
Pensar que no la tengo. Sentir que la he perdido.

Oír la noche inmensa, más inmensa sin ella.
Y el verso cae al alma como al pasto el rocío.

Qué importa que mi amor no pudiera guardarla
La noche está estrellada y ella no está conmigo.'

(Poema XX, Neruda)

Xêro!

Maria Lúcia - Asas da Imaginação disse...

Oi Fernanda!
Que lindo! Principalmente o segundo verso!
Beijos.

Você em Pauta disse...

O que falar de Neruda?
O que falar de Fernanda?

Com o mesmo sorriso e felicidade no coração que tive a primeira vez que meus olhos descansaram sobre Neruda, a mesma felicidade fiquei ao contemplar suas letras guardadas nesse pote!

Neruda diz que a terra da vida é duras, isso pe sim, porem por vezes deus resolve chover sobre nós com versos e prosas em letras e tom. Com notas e acordes. Coisas de poetas, Coisas de Fernanda!

silvioafonso disse...

.

Ousado e sem juízo escorreguei nas
curvas coloridas da tiara que a
natureza pinta cada vez que a chuva
para de cair. No arco-íris desse
seu sorriso atrapalhei a sorte ao
me jogar no pote muito antes do
seu canto pra dormir...

silvioafonso






.

DÉIA disse...

Seu blog é muito bom por isso vim até o seu espaço e gostei muito do que li por aqui. Tenho um blog Tb gosto d++ de poemas. E estou te seguindo se VC puder da uma passada La no meu blog. VAI SER UM PRAZER SE PUDER ME SEGUIR...Bejs . Déia.........
Esse é o link do meu blog
http://wwwdeiablog.blogspot.com/

Gisley Scott disse...

Tradução: esposa quando eu chegar cansado do trabalho e fadigado, sorria pq vc faz o meu dia :)!

Olho no olho disse...

O ato de sorrir deveria ser tão importante para as pessoas como respirar, comer, falar e chorar. Ser parte de um todo onde um sem o outro não pudesse existir.

Paty disse...

Oi Fê... voce é uma fofa... obrigada pela visita... Neruda é demais....

bjs

A Escafandrista disse...

linda citação. já citei neruda no escafandro uma vez. ainda não encontrei quem não gostasse. bjs.

Tatiana Kielberman disse...

Sempre me emociono ao ler essas palavras... É praticamente inevitável!

Beijos, querida!!

@leemdamaris disse...

o riso é a coisa mais gostosa que já fizeram ate hoje !
então sempre deixa alegria pertencer a ti !
beeeeeeeijos